29 de dezembro de 2013

Uma pessoa consome em média 35 toneladas de alimento durante toda a vida

 https://lh6.googleusercontent.com/--95DdOXEc9M/UsAwiq87hNI/AAAAAAAAB2M/gOzs6mMmaj0/comer-muito-e-muito-rapido-engorda.jpg

Uma pessoa normal come em média 35 toneladas de alimento durante toda a sua vida, isso é aproximadamente 3kg por dia. Isso inclui alimentos líquidos e sólidos.

Para calcular essa quantidade a pesquisa contou com a ajuda da nutricionista Daniela Silveira, da Unifesp. As necessidades calóricas variam de acordo com o sexo, peso, altura, idade e atividade física de cada pessoa. Mas, de acordo com o Instituto de Medicina da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, um homem adulto precisa mandar pro peito 2.900 calorias por dia (mais de 1 milhão por ano). A partir daí, montamos um cardápio balanceado — 56% de carboidratos, 16% de proteínas e 28% de gordura — e bem brasileiro, com arroz, feijão e até aquele cafezinho básico. Depois de somar o peso de todos os ingredientes usados pra preparar os rangos diários, foi só multiplicar a receita pelos 365 dias do ano e degustar o resultado. “Mas é claro que isso varia muito, pois cada pessoa tem sua dieta e ninguém come a mesma coisa todos os dias”, lembra a nutricionista.

 https://lh5.googleusercontent.com/-qZPCP1Zbd_U/UsAyYSG3JII/AAAAAAAAB2Y/YoW6olzRKjc/fome-saciedade-comida-alimento1-650x350.jpg

Em média uma pessoa come:
  • 4 vacas
  • 21 ovelhas
  • 15 porcos
  • 1.200 frangos
  • 13.345 ovos
  • 12.283 pães
  • 5.279 frutas
  • 10.289 vegetais.
Mas o ser humano gasta mais com comida do que come. Isso porque desperdiça muito alimento. No Brasil, em média 26,3 milhões de toneladas de alimento são jogados fora por ano. Isso saciaria 13 milhões de famintos.

Vamos comer, mas não estragar.

Fontes:
Mundo Estranho
Metamorfose Digital
EM


Leia também:
Coca-Cola sem corantes é verde
Quantas vezes bate o coração humano?
Hitler era vegetariano
É impossível espirrar de olhos abertos
A palavra mais utilizada no mundo é

Nenhum comentário :

Postar um comentário